Literacia científica: e se o Cristiano Ronaldo não soubesse o que é uma célula?

Se o Cristiano Ronaldo não soubesse quem é José Saramago (ninguém ligava porque afinal ele é o melhor do mundo e tudo lhe é desculpado) provavelmente era considerado inculto. Mas se não soubesse o que é uma célula, ou um microrganismo, isso já não seria considerado falta de cultura.

De igual forma, alguém formado em ciências é considerado inculto se não souber quem é Siza Vieira, mas Siza Vieira não seria considerado inculto se não soubesse a diferença entre um vírus e uma bactéria.

Porque é que ter conhecimentos em arte e literatura é ser culto, mas ter conhecimentos em biologia, química ou física não? Não deveriam todos os cidadãos ter uma cultura científica mínima abaixo da qual deveriam ser considerados iletrados?

Infelizmente, embora a ciência e a tecnologia sejam universalmente reconhecidas como essenciais nos dias de hoje, continua a não ser considerado falta de cultura o cidadão comum não ter quaisquer conhecimentos científicos.

Então afinal o que é isso de literacia científica?

Em 1996 a American National Academy of Sciences definiu assim literacia científica:

A literacia científica significa que uma pessoa pode procurar, encontrar, e determinar as respostas a questões derivadas da sua curiosidade sobre as experiências do dia a dia. Significa que a pessoa tem capacidade para descrever, explicar e predizer fenómenos naturais. A literacia científica inclui o ser capaz de ler e compreender artigos sobre ciência na imprensa pública e envolver-se numa conversação sobre a validade das conclusões. Implica que uma pessoa pode identificar questões problemáticas subjacentes a políticas nacionais e locais e expressar posições científica e tecnologicamente informadas. Deve ser capaz de avaliar a qualidade da informação científica com base nas fontes e métodos para a gerar. Implica a capacidade de colocar e avaliar argumentos baseados na evidência e de aplicar apropriadamente as conclusões a partir desses argumentos”.

No ano seguinte Koballa usou uma definição mais objectiva:

 “ O conhecimento e a compreensão de conceitos e processos científicos necessários para se tomarem decisões individuais, para a participação cívica e cultural e para se contribuir para a produtividade económica.”

Mas porque é importante o ensino das ciências no Pré-escolar?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s